Scott Stap, vocalista do Creed, resolveu se pronunciar diante das acusações que vêm sofrendo na Justiça. Há cerca de três meses, quatro fãs abriram um processo contra a banda, declarando que o vocalista estava pra lá de bêbado numa apresentação realizada em Chicago, no dia 29 de setembro do ano passado, e que ele não conseguia sequer terminar uma música.

O músico declarou que essa acusações são falsas, uma “mentira”. Ele afirma que tudo não passou de um teatrinho. Stap estaria apenas realizando gestos dramáticos para exteriorizar o momento difícil que enfrentava em sua vida. Boa desculpa, não?!

Sobre um possível desmaio relatado pelos fãs descontentes, o cantor alegou que era apenas um dos atos de sua encenação, em que ele tentava mostrar seu “ponto de vista”. “Foi simbólico, um gesto pessoal. Algumas coisas estavam acontecendo em minha vida, me sentia sozinho. E aquilo foi uma forma de demonstrar meus pensamentos de que não havia ninguém para me apoiar naquela época”.

Agora só resta a Scott Stap torcer. Se a Justiça confirmar que ele estava embriagado, o Creed, seu gerenciamento e a empresa responsável pela venda dos ingressos serão obrigados a pagar mais de US$ 2 milhões às “vítimas”.

Você gosta de Creed? Então clique aqui e aprenda a tocar as músicas da banda.

Fechar X
Sem mais artigos