Você fala de cocô, xixi, gases com sua namorada ou namorado? Pois, contrariando todas as sugestões de revistas femininas e aqueles manuais do que não fazer na frente do parceiro, o colunista americano Jeremy Glass, que escreve sobre sexo e relacionamentos no jornal New York Times e na revista Esquire, defende que casais que se sentem confortáveis falando sobre estes assuntos fisiológicos são mais felizes.

Casais que falam de cocô são mais íntimos, relaxados e têm relacionamento mais engraçado

Reprodução/ Visualhunt Casais que falam de cocô são mais íntimos, relaxados e têm relacionamento mais engraçado, diz colunista

A teoria de Jeremy é que todo mundo faz cocô. E todo mundo merece ser feliz. Então, qual a dificuldade de falar sobre algo tão comum com a pessoa que teoricamente interfere tanto na sua felicidade? Ir ao banheiro é algo que acontece – ou deveria – diariamente e, mesmo assim, as pessoas se sentem desconfortáveis em tocar no assunto e o cercam de vários tabus. Por isso, ele argumenta que se o tema for tratado de forma mais relaxada, fará a vida cotidiana do casal mais leve, íntima e engraçada. 

E ele tem algumas regras, como por exemplo, não é preciso dar muitos detalhes, como cor ou quantidade. Mas a conversa ideal seria falar sobre o rotina, os alimentos que te ajudam ou atrapalham, o horário que costuma funcionar e assim por diante. Para quem não tem toda essa intimidade, que tal começar a conversa com algo como: “querida, vou ali no banheiro e já volto. Melhor evitar entrar lá por um tempo depois, mas está tudo certo!”?

E ai, como você trata a rotina do banheiro no seu relacionamento?

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos