Quaden Bayles é um garotinho de 5 anos de idade que mora em Brisbane, na Austrália. O garotinho nasceu com uma condição genética chamada Acondroplasia, um tipo comum de nanismo, o que fez seu crescimento ser prejudicado, fazendo-o sentir-se desconfortável em relação ao tamanho dos colegas no seu primeiro ano na escola.

“Ele tem apenas metade da altura dos amigos na escola, que fazem muitas perguntas desde o início. Isso o fez se sentir inferior e com muita insegurança de não crescer como seu pai”, disse Yarraka, mãe de Quaden ao Mashable.

Todos os sentimentos ruins destes primeiros dias de interação com outros coleguinhas rapidamente se passaram quando o menininho ganhou um amigo que também tem nanismo: Buddy, um shih tzu de nove anos de idade.

Uma veterinária que é amiga da família sugeriu a companhia do cão. “Eu pensei que não estaríamos prontos para um cachorro. Meu pai morreu há cinco semanas de câncer e achei que não saberíamos lidar com esse tipo de responsabilidade”, disse ela.

Depois de algums visitas de Buddy, Yarraka finalmente cedeu e Buddy entrou para família. “Antes do cãozinho, nós nem citávamos a Acondroplasia perto de Quaden. Agora ele quer que as pessoas conheçam Buddy para mostrar que ele tem nanismo assim como ele”, explicou, enaltecendo o grau de aceitação do garotinho com sua condição ao descobrir a similaridade com o animalzinho.

Yarraka, que inicialmente não quis o cão, agora o classifica como uma “benção”.

Fechar X
Sem mais artigos