A inglesa Jayne Hardman perdeu o nariz após ter ferimentos graves no rosto devido a um ataque do cachorro da família. Durante o tratamento, descobriu ter um doença autoimune que dificultou a cicatrização e a obrigou a ter o nariz removido meses mais tarde.

Desde então, ela escolhe modelos de nariz e os usa presos a três pinos magnéticos implantados na cavidade.

“Logo após a cirurgia, eu já tinha comprado minha primeira prótese e tive confiança para sair de casa logo em seguida”, disse em entrevista ao site The Sun.

Jayne, de 48 anos, explicou que passa o dia todo com a prótese e tira apenas no hora de dormir. Durante a noite, ela coloca esparadrapo para cobrir a região. “Pela manhã eu limpo o local porque ainda produz secreção como qualquer outro nariz. O único problema é espirrar. Tenho que ficar atenta e segurar a prótese firme para não voar”, explicou. E, completou: “eles farão agora um nariz com um tom de pele um pouco mais bronzeado para que eu use no verão”.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos