Uma pesquisa da Universidade de Sidney, na Austrália, concluiu que um em cada três casos de afastamento do trabalho é causado por dores nas costas. Em 2010, este número era de 22 milhões de pessoas no mundo. O número é parecido no Brasil onde, a cada ano, 30 em cada 100 segurados da Previdência Social se aposentam por este mesmo problema, de acordo com pesquisa do Instituto de Medicina Social da Universidade do Rio de Janeiro. Estima-se que 80% da população mundial já sofreu ou irá ter estas dores em algum momento da vida. Além do desconforto, o sintoma pode ser também sinal de várias doenças, como pedras nos rins e infecção renal, hérnia de disco e até depressão.

Cada caso tem sua particularidade, mas analgésicos para aliviar a dor e exercícios físicos para preveni-las costumam ser os principais conselhos médicos. Ao lado deles e para ajudar na segunda parte do tratamento, que tal apostar em sessões regulares de ioga? Os benefícios vão desde alívio dos tendões, tonificação dos músculos, estabilização do quadril, massagem na região lombar, até redução de ansiedade, alterações de humor e irritabilidade, relaxamento e redução de tensões físicas e emocionais.

“O ioga pode auxiliar na melhora e conscientização postural, alongamento, fortalecimento, prevenção e manutenção do corpo. Além de ajudar a descobrir o que causou a dor”, explica Luiz Albertini, professor formado pelo International Sivananda Yoga Vedanta Centers, diretor do Hatha-Yoga Studio em São Paulo e do portal Yogaway.com, plataforma de baixo custo que permite ao usuário criar sua própria sequência de posturas.

Ioga ajuda na redução de tensões físicas e emocionais

Divulgação Ioga ajuda na redução de tensões físicas e emocionais

A pedido do Virgula, ele listou quatro posturas básicas que podem ajudar a prevenir e tratar dores leves nas costas. No vídeo, explicamos passo a passo como fazê-las, mas antes é preciso se ligar em alguns detalhes.

1) NÃO podem praticar
Como em qualquer prática de exercício, é preciso da autorização de um profissional de saúde antes de começar. Além disso, não é recomendado de forma nenhuma praticar ioga durante uma crise de dores nas costas. Pacientes com dores agudas e regulares também precisam ter mais cuidado e acompanhamento.

2) Quando praticar?
Primeiro, é sempre bom praticar de estômago vazio porque algumas posturas podem pressionar o abdômen. A indicação é fazer duas vezes na semana, mas em casos de recuperação de uma crise ou para prevenção de dores, está liberado todos os dias.  “Caso não tenha muito tempo, à noite pode ser mais indicado para aliviar as tensões e possíveis dores decorrentes do dia”, aconselha o professor.

Postura massageia a região lombar

Divulgação Postura massageia a região lombar

3) Quanto tempo devem ter as sessões?
A média é que se segure cada postura por um minuto e vá aumentando este tempo progressivamente sempre atento para se sentir confortável. Mas este intervalo não é obrigatório, ok? É importante entender que o limite físico, mental e emocional deve ser respeitado. Então, faça sempre no seu ritmo!

4) Como se preparar?
Antes de começar a fazer as posturas, é preciso relaxar o corpo e manter a atenção plena na respiração sempre calma, profunda e prolongada. “A prática do ioga deve ter como base a concentração e a respiração. O ambiente deve ser livre de barulhos que incomodam, deve ser arejado e sem qualquer fator que desvie a atenção”, explica Luiz Albertini.

Agora é só dar o play no vídeo:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos