Auxílio emergencial é para ajudar trabalhadores brasileiros sem carteira assinada

O governo federal vai auxiliar os trabalhadores informais com uma ajuda de custo emergencial por conta da pandemia de coronavírus que afastou milhões de brasileiros que não têm carteira registrada do trabalho. O valor é de R$ 600.

O pagamento começará a ser feito já nesta quinta-feira. Receberão primeiro o grupo de pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) com conta no Banco do Brasil ou conta poupança na Caixa Econômica Federal.

Serão ao todo três parcelas depositadas pelo governo nas contas de quem tem direito a receber. O segundo crédito será feito entre os dias 27 e 30 deste mês e a terceira parcela será depositada entre 26 e 29 de maio.

O pagamento será feito a quem não tem carteira assinada, devendo obedecer a alguns critérios. Podem receber, além dos trabalhadores informais, os autônomos, microempreendedores individuais (MEI) e contribuintes da Previdência que ainda não têm informações no CadÚnico. Terá direito a receber o auxílio aquele cuja renda familiar total não ultrapassar R$ 3.135,00.

Clique aqui para baixar o CadÚnico para Android

Clique aqui para baixar o CadÚnico para iOS

Clique aqui para baixar o aplicativo para auxílio emergencial para android

Clique aqui para baixar o aplicativo para auxílio emergencial para iOS

Fechar X
Sem mais artigos