capalivromassasitalianoImagine uma dieta em que carboidratos e massas são permitidos todos os dias e ainda que prometa uma vida longa e saudável? É essa a proposta do nutricionista italiano, e membro da Associação Nacional de Biólogos, Luigi Elia no livro The Italian Mediterranean Diet – Theory and Practice to Live 100 Years, publicado no final de janeiro. Após passar anos pesquisando sobre a dieta mediterrâna de ancestrais no sul da Itália, ele descobriu que o cardápio baseado em pães integrais, tomates, cebolas, vegetais e frutas cítricas  são a combinação perfeita para evitar doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão e manter um peso ideal.

Em entrevista ao Virgula, ele contou que um estudo feito com 600 moradores do sul da itália na segunda metade do século 20, seguidores da dieta mediterrânea tradicional, foram registrados apenas quatro casos de doenças cardiovasculares e três de diabetes. “Dos pratos consumidos naquela época, porém, 80% estão praticamente extintos das mesas dos italianos”, contou . Em meio a tantas notícias que culpam o carboidrato por vários problemas de saúde, a pergunta que vem à mente  é: “comer massa todos os dias é saudável?”. “Por que não?”, respondeu Luigi. É claro que não se trata de ir ao rodízio de pizzas todos os dias, mas, segundo ele, a massa tem,sim, características nutricionais interessantes.

A dieta mediterrânea descrita no livro do nutricionista apoia o consumo de massas integrais de todo tipo, em porções não exageradas e combinadas a frutas e vegetais crus. “Italianos comem massa na hora do almoço todos os dias há muito tempo. Além disso, deveríamos comer três porções de frutas por dia e dois tipos de vegetais por prato”, aconselhou o profissional. Comidas processadas não devem fazer parte d cardápio, mas alimentos saudáveis cozidos de forma simples, segundo ele. “As massas devem ser preparaas com tomate fresco, vegetais e uma colher de azeite extra-virgem. Assim é possível sentir o sabor natural da comida”, indicou Luigi.

Anchovas, mariscos, mexilhões, camarões, polvo e bacalhau também entram na dieta que pode levar a uma vida “até 100 anos”.  “O segredo é muito simples: além da dieta mediterrânea, é preciso viver em contato com a natureza, em um ambiente sem poluição, beber água, não fumar nem consumir bebidas alcoólicas”, disse.

massa_macarrao

Foto: Visual Hunt

Confira três sugestões de refeições completas:

Opções de entrada:

  • Massa com ouriços
  • Massa com mexilhões
  • Massa com ricota e açafrão

Opções de prato principal:

  • Lulas recheadas
  • Polvo assado
  • Abóbora parmigiana

Opções de acompanhamentos:

  • Salada de pepino com tomate e cebola
  • Abobrinhas fritas
  • Legumes cozidos

 

Opções de sobremesa:

  • Doce de morango com ricota
  • Pão de trigo integral com ricota e mel
  • Biscoitos de mel

 

 

Fechar X
Sem mais artigos