Muito se fala sobre os benefícios do vinho, principalmente tinto, para doenças do coração. Mas o champanhe também tem lá sua cota de ajuda com a saúde. Um estudo feito pela Universidade de Reading, na Inglaterra, concluiu que beber champanhe três vezes por semana pode ajudar na redução de riscos de ter demência e Alzheimer.

Segundo o site Metro, o responsável é um composto encontrado nas uvas usadas para a fabricação da bebida, pinot meunier e pinot noir. Acredita-se que ele estimula as células responsáveis pela memória e ajuda a proteger o cérebro de doenças.

“A pesquisa trata da relação entre o consumo de champanhe e sua influência na melhora de ações cognitivas, como a memória”, explicou Jeremy Spencer, um dos responsáveis pelo estudo.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos