Uma pesquisa realizada na Finlândia mostra que homens que comeram mais de 200g de carne vermelha todos os dias apresentaram 23% de chances de morrerem em até 20 anos em comparação com os que consumiram menos de 100g.

A publicação, feita no American Journal of Clinical Nutrition, coloca em questão mais uma vez o consumo excessivo de carnes bovinas e suínas. Ao mesmo tempo em que estudos apontam que elas aumentam o risco de doenças cardíacas e de câncer no intestino, há outros que destacam a quantidade de proteínas, ferro e de vitamina B12 nas peças.

O consumo em excesso de carne na pesquisa foi considerado ainda mais perigoso para pessoas que já possuem diabetes tipo 2, problemas cardiovasculares ou câncer.

O estudo feito na Escandinávia foi realizado com 2.641 homens, que tinham entre 42 e 60 anos, e seus dados foi analisados nos últimos 22 anos. A pesquisa mostra que peixes, laticínios e ovos não contêm os mesmos riscos de morte prematura de carnes vermelhas para seres humanos.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos