Todos nós neste momento

Reprodução Todos nós neste momento

O horário de verão começou neste fim de semana, adiantando os relógios em 1 hora de 10 cidades brasileiras mais o Distrito Federal. A prática é comum em uma série de países pelo mundo, como os Estados Unidos, e visa, principalmente, a economia de energia durante o período de calor.

Isso pelo menos de acordo com os apoiadores da prática.

Um dos grandes problemas com a chegada do horário de verão é a adaptação do corpo. 1 hora pode parecer pouco, mas é o bastante para causar uma confusão no sono de uma pessoa e fazer com que ela tenha sérios problemas de disposição nos primeiros dias.

Por isso, nós fomos atrás de alguns sites especialistas, como o Minha Vida e o Sua Dieta, para separar importantes dicas para você passar por essa época sem sofrer muito. Se liga!

1. Nos primeiros dias, se possível, é bom dar uma segurada. 

Os primeiros dias de horário de verão pedem que você pegue leve nos esforços físicos. É bom apostar em coisas relaxantes e de pouco esforço para evitar uma indisposição. Claro, isso se possível.Tirar um tempinho para uma sessão de ioga, por exemplo, pode ser uma boa.

 

2. Pegar leve na hora de comer é fundamental 

Lembre-se sempre que o horário de verão traz com ele um pacote chamado calor, o que, especialmente na cidade grande, dificulta o funcionamento do organismo. Comer de maneira mais leve nessa época é fundamental para poupar energia e facilitar a digestão, o que, consequentemente, te deixará mais disposto.

 

3. Vá para a cama mais cedo, mas sem lutar contra a falta de sono

Especialistas sugerem que você vá para a cama pelo menos duas horas antes do habitual no período de adaptação, mas já vá sabendo que o sono irá demorar para chegar. O negócio é não se exaltar, aproveitar o ambiente calmo do quarto e deixar o cansaço falar mais alto de forma natural e com o corpo já preparado.

 

4. Facilite sua rotina 

É importante também evitar se irritar por qualquer coisa. Por isso, como você muito provavelmente acordará sem qualquer noção de tempo nos primeiros dias, é bom deixar tudo arrumadinho na noite anterior, assim você sai com mais tranquilidade e disposição.

 

5. Priorize o descanso 

Sabe aquele bar pós-trampo que você costuma marcar com os colegas? Tenta dar uma pulada no rolê pelo menos nessas primeiras semanas. Para uma resposta mais rápida do corpo, é fundamental estar bem descansado e não dificultar as coisas com uma ressaca ou uma noite mal dormida por ter chegado tarde em casa.

 

6. Tente dar aquela organizadinha nos horários

No começo, é bom ter horário para tudo: refeição, exercício físico e até aquela horinha sagrada da Netflix. Organização, segundo especialistas, facilita qualquer adaptação do corpo e evita que você sofra com distúrbios alimentares e coisa do tipo. Afinal, ter que se acostumar com um horário diferente já é coisa o bastante, não?

 

7. Coma direitinho e nas horas certas 

Além de comer de maneira mais leve, é bom também não perder a hora das refeições. Mesmo que você não esteja com fome, tente se alimentar nos horários corretos para que seu corpo entenda o mais rápido possível seus horários.

 

8. Tá difícil despertar? Então tenta dar aquela animada no corpo! 

Se estiver com tempo pela manhã mas dificuldade para despertar, tente apostar em algum exercício que te dê mais energia, como atividades aeróbicas, bicicleta, ou até mesmo natação. Imagine nesse calorzão um mergulho na piscina logo cedo? Ô, beleza.

De resto, aproveita que tá escurecendo mais tarde pra curtir o início da noite e sair pra tomar um sorvete, açaí, choppinho de leve…

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos