A vida de Alma-Jade Chanter sofreu grandes reviravoltas alimentícias. A inglesa resolveu aderir ao veganismo aos 13 anos após se chocar ao assistir vídeos de maus-tratos aos animais. Mas após uma série de problemas em seu organismo, ela voltou a consumir proteína animal e chega a comer 2 kg de carne por dia, inclusive partes como o cérebro e a medula óssea.

Atualmente com 25 anos e morando na Holanda, a estudante vivia com uma dieta restrita baseada em frutas e vegetais. Entretanto, Chanter revelou em reportagem ao tabloide Daily Mail que a falta de vitaminas e minerais fez com que ela sofresse queda de cabelos, perdesse 22 kg, um dente e contraísse uma doença auto-imune que afeta a tireoide.

“Eu fui completamente sugada pela narrativa do veganismo e comprei tudo o que eles diziam. Mas isso estava me deixando tão doente que percebi que não podia mais continuar porque aquilo estava me matando”, afirmou ao tabloide.

“Dentro de apenas uma semana comendo carne eu me senti incrível, e pela primeira vez em muito tempo meu corpo estava livre de dores”, explicou.

Alma-Jade voltou a comer carne aos 19 anos, e atualmente consome apenas proteína animal, inclusive partes como cérebro, corações e fígados. “Eu sei que as pessoas ficam um pouco assustadas com isso, mas eu só acho que se você vai matar um animal, você pode pelo menos ser educado o suficiente para comer ele inteiro.”

Apesar de ter abandonado o veganismo, Chanter afirma que ainda concorda com certas questões defendidas por eles.

“Eu concordo totalmente com veganos de que a agricultura industrial está errada. É por isso que eu nunca compro nada de supermercados e pego toda minha carne de um açougueiro ou do fazendeiro local”, disse.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos