A inglesa Klara Dollan acordou uma manhã com muita dor de estômago. Tomou um paracetamol e foi para o trabalho. Horas depois, voltou para casa por não aguentar a dor. A jovem, na época com 22 anos, só se deu conta que as dores eram contrações quando viu a cabeça da filha saindo enquanto estava sentada no vaso sanitário de sua casa. Um vizinho escutou os gritos e chamou uma ambulância.

“Mas você não estava grávida hoje de manhã”, disse a mãe de Klara quando descobriu que tinha uma neta.

Segundo o site The Guardian, Klara tinha terminado com o namorado, o pai de Amelia, cinco meses antes e era acostumada a tomar pílula ininterruptamente e não ter menstruações. Ela contou que ganhou um pouco de peso, mas não se preocupou. “Nada aparecia, eu não tinha nenhum sintoma, absolutamente nada”, comentou.

“No dia do parto, meu corpo estava apenas me dizendo para empurrar a dor para fora. De repente, vi uma cabeça. Eu fiquei em completo choque”, lembra.

Fechar X
Fechar X