Mariah Carey

Mariah Carey revelou pela primeira vez sua batalha contra o transtorno bipolar. Uma das cantoras mais bem-sucedidas de todos os tempos, com 18 sucessos número 1 e mais de 200 milhões de discos vendidos, Carey passou muitos anos em destaque, sofrendo em silêncio.

O transtorno afetivo bipolar, transtorno bipolar ou depressão maníaca, é uma doença mental caracterizada por alterações extremas do humor, configurando episódios de mania e depressão.

Embora tenha sido diagnosticada pela primeira vez em 2001 (quando foi hospitalizada por um colapso físico e mental), “eu não queria acreditar”, disse a cantor e compositora superstar à editora-chefe da People, Jess Cagle.

“Até recentemente eu vivia em negação e isolamento e com medo constante de alguém me expor”, diz ela. “Era um fardo pesado demais para carregar e eu simplesmente não podia mais fazer isso. Eu procurei e recebi tratamento, coloquei pessoas positivas ao meu redor e voltei a fazer o que eu amo – escrever músicas e fazer música”, afirmou.

Ela está agora em terapia e tomando medicação para transtorno bipolar II, que envolve períodos de depressão, bem como hipomania (menos grave do que a mania associada ao transtorno bipolar I, mas ainda pode causar irritabilidade, insônia e hiperatividade).

Fechar X
Fechar X