Apesar de nunca ter tido uma relação sexual, a indiana Revati Bordawekar deu à luz sua primeira filha na última semana.

Segundo o site inglês Mirror, Revati tem uma condição chamada vaginismo. Devido a doença, os músculos da região se contraem involuntariamente e fecham a vagina durante a tentativa de penetração ou inserção de um absorvente íntimo, por exemplo.

A indiana descobriu a condição na adolescência e não teve bons resultados com os tratamentos. Por isso, recorreu à inseminação artificial para engravidar. “Dei à luz naturalmente após 48 horas de trabalho de parto. Foi muito difícil pelo medo de não conseguir ir até o fim. A vida toda escutei “se você relaxar, vai acontecer”, mas não é assim que funciona com esta doença”, disse.

E, continuou: “quero mostrar que o vaginismo não impede as mulheres de terem um bebê. Se eu consegui, todas conseguem”.

Fechar X