Em busca de alívio para dores abdominais e cólicas menstruais, muitas mulheres estão buscando alternativas a base de CBD. O canabidiol é um dos ativos encontrados na maconha, mas diferente do THC, não causa euforia nem intoxicação.

Segundo o site americano Huffington Post, supositórios de CBD têm se tornado os mais populares. Eles são introduzidos na vagina como um absorvente interno convencional. Além do componente, eles são feitos também com óleo a base de maconha e manteiga de coco para ajudar no processar de derretimento.

Apesar de não haver pesquisas que comprovem os benefícios do CBD sistematicamente e, menos ainda, dados que tratem dos efeitos da substância em contato com a vagina, os médicos ainda não receitam o supositório. Felice Gersh, ginecologista do Integrative Medical Group, da Califórnia, disse que tem ouvido diversos casos do CBD no alívio de dores pélvicas. “Eu acredito que a substância ajude a reduzir o processo inflamatório e também as contrações do útero, mas realmente é preciso mais dados e informações para termos certeza”, afirmou.

Há cinco anos, Gretchen, que não quis informar o sobrenome, de 30 anos, foi diagnosticada com endometriose e usa o produto para aliviar as cólicas e desconfortos constantes. “Eu troquei as pílulas que tomava pelo supositório. Ele diminuiu muito minha escala de dor”, contou.

Gersh alerta que o supositório vaginal deve ser evitado por mulheres grávidas ou que estejam tentando engravidar. Além disso, o “absorvente interno” não funciona da mesma maneira para todos.Deve-se ter atenção a maneira que o corpo responde. Georgea Brooks, de 29 anos, por exemplo, comentou que suas cólicas pioraram após o uso do produto. “Há gente que precisa de um Tylenol. Outras têm que tomar três comprimidos de Advil. As pessoas respondem de maneiras diferentes ao uso de medicamentos”, explicou Rosemary Mazanet, coordenadora científica da Columbia Care, empresa de produtos médicos feitos com cannabis.

Além de alívio de dores, as mulheres têm usado também na hora do sexo. Devido ao efeito anti-inflamatório, a substância ajuda a relaxar os músculos pélvicos e os ingredientes do supositório, como óleo de coco, ajudam a lubrificar a vagina. “Eu usei antes do sexo e foi ótimo. Eu estava dolorida naquela semana, mas o supositório mudou o jogo”, completou Brooks.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos