Com medo de perder os movimentos da mão esquerda, uma paciente tocou violino enquanto médicos do King’s College Hospital, em Londres, realizavam uma cirurgia para remover um tumor de seu cérebro.

O processo inusitado ocorreu para os médicos se assegurarem de que as áreas do cérebro da violinista Dagmar Turner, de 53 anos, responsáveis por gestos manuais e coordenação, não estavam sendo comprometidos durante o delicado procedimento.

O plano foi apresentado pelo professor Keyoumars Ashkan, neurocirurgião consultor do hospital, para tentar preservar os movimentos usados por Turner na hora de tocar violino.

O médico e sua equipe realizaram uma craniotomia, que consiste na abertura do crânio, e em seguida acordaram a paciente da anestesia. Ela então tocou seu violino enquanto o tumor estava sendo retirado e foi monitorada de perto por anestesistas e terapeutas. Segundo Ashkan, esta foi a primeira vez que realizou uma cirurgia enquanto um paciente tocava um instrumento.

Turner faz parte da Orquestra Sinfônica da Ilha de Wight e participa de diversos corais. Ela foi diagnosticada com o tumor em 2013, após sofrer uma convulsão durante um concerto.

Segundo o boletim médico, 90% do tumor foi removido e os movimentos da mão esquerda não foram comprometidos. A paciente recebeu alta três dias após a cirurgia.

Fechar X
Sem mais artigos