Um novo “serviço” e tendência na internet tem preocupado pais e médicos. São pessoas que se identificam como treinadores e que vigiam os jovens para que fiquem o máximo de tempo possível sem comer. Os anúncios focam em perda de peso e distúrbios alimentares, como bulimia e anorexia.

O site The Sun noticiou que eles se identificam online como “ana buddy” e “ana coach”. Usando as hashtags, é possível encontrar perfis abertos com este tipo de comportamento no Instagram, por exemplo. Os “treinadores” vigiam as pessoas que procuram por eles e dizem que vão enviar abusos e retaliações caso não cumpram o jejum.

“Estas pessoas se escondem atrás de perfis nas redes sociais enviando mensagens perigosas aos adolescentes”, disse uma jovem que não teve a identidade revelada.

“Sou um coach exigente e forte. Sou abusivo e não ligo para isso. Se você quer perder peso, venha até mim. Você vai perder. Mas, tem uma troca. Você terá que fazer tudo o que eu disser. Você não será considerado nada além de um pedaço de carne. Eu irei abusar disso. É isto que ofereço. Se não está interessado, vá procurar em outro lugar”, diz um anúncio encontrado nas redes sociais.

Entre as ações abusivas comuns e que tem aparecido com frequência é um desafio que troca likes por horas de jejum. Os adolescente têm postado fotos com a legenda “1 like é igual 3 horas sem comida”.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Go ahead! #Ana #anorexia #anabuddywanted #anabuddyinneed #anacoachneeded #anacoachwanted #anabuddy #anacoach #fat #skinny #iwannabeskinny #anacoachinneed

Uma publicação compartilhada por Deppresive thoughts (@_mascaratears) em

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos