Reprodução/Facebook

Um homem de 30 anos foi parar em um hospital da cidade indiana de Guwahati após sentir dores abdominais. Ele contou aos médicos que possui um “histórico de ingestão acidental de fones de ouvidos”, mas o que o doutor Walliul Islam encontrou o surpreendeu, mesmo após 25 anos como cirurgião.

Apesar de dizer aos médicos que havia engolido um cabo de carregador de celular, a endoscopia não acusou nada e o objeto também não foi encontrado no trato gastrointestinal. Mas um raio-X revelou que o item de aproximadamente 60 centímetros de comprimentos estava na bexiga do paciente. Ele foi inserido pela uretra até chegar ao órgão.

Reprodução/Facebook

Islam contou ao site Mirror que o homem tinha o hábito de inserir cabos e “outras coisas” pela uretra a fim de obter prazer sexual. Por isso sua vergonha de admitir onde estava o item ao chegar no hospital.

Quando procurou por ajuda, ele já estava com o cabo inserido em sua bexiga há cinco dias.

A prática do homem de 30 anos é um tipo de fetiche sexual conhecido como “sounding”, que consiste em inserir objetos na uretra para obter dor e prazer. De acordo com especialistas, em muitos casos os pacientes se sentem envergonhados com este comportamento e demoram para procurar ajuda quando algo dá errado.

A cirurgia do paciente anônimo foi um sucesso e ele se recupera bem.

Fechar X
Sem mais artigos