Segundo a Unicef, uma adolescente de 15 a 19 anos é infectada com o vírus HIV a cada três minutos no mundo. Por isso, as meninas são vítimas de quase 70% das infecções nesta faixa etária, concluiu relatório apresentado na 22ª Conferência Internacional de Aids realizada em Amsterdã, na Holanda, nesta semana.

“O HIV está se espalhando rapidamente entre os mais vulneráveis e marginalizados, colocando as meninas adolescentes no centro da crise. Na maioria dos países, mulheres e meninas não têm acesso às informações e serviços necessários, nem têm a oportunidade de recusar sexo desprotegido”, disse Henrietta Fore, diretora-geral da Unicef, segundo à AFP.

E, completou denunciando os riscos que as meninas sofrem: “relações sexuais precoces, inclusive com homens mais velhos, relações forçadas, a relação de força que não permite dizer não, a pobreza e falta de acesso aos serviços de aconselhamento e exames”.

Fechar X

 

Fechar X
Sem mais artigos