Em um ano, 100 crianças entre 9 e 12 anos tentaram tirar a própria vida tomando remédios apenas no estado norte-americano de New Jersey. Deste total, 80% eram meninas, apontou um estudo local feito pela Rutgers University.  O levantamento mostrou ainda que estes números são duas vezes maiores do que as ocorrências do ano anterior.

“Há um aumento de uso de drogas prescritas entre meninas nesta faixa etária. Os pais precisam ficar atentos”, disse Diane Calello, diretora do NJ Poison Control Center.

Segundo o site Daily Mail, os números não são restritos ao estado, mas o aumento deles é também visto em todo os Estados Unidos. Nos primeiros três meses de 2019, mais de 30 crianças com menos de 12 anos tentaram cometer suicídio usando pílulas.

O especialista Dr. Bruce Ruck explica que, nesta idade, os pré-adolescentes costumam consumir o que encontram com facilidade. Ele afirma que já atendeu casos em que jovens tomavam remédios contra pressão dos avós, por exemplo. “A maioria destas crianças experimenta sérios problemas sociais e de estresse. São muitos fatores envolvidos e pais e profissionais tendem a achar que elas não vão se ferir, mas elas vão. E estes números podem ser apenas uma ponta do que realmente acontece”, finalizou.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos