café Crédito: Pexels

Crédito: Pexels

Você não consegue viver sem tomar (muitas!) xícaras de café? Então, saiba que o excesso de cafeína pode realmente te fazer mal e não é só para o seu estômago, tá?

Você já se perguntou qual a quantidade máxima recomendada de café que você deve ingerir por dia? Já ouviu falar que café de coador faz menos mal ao estômago? Tem gastrite e acha que não pode nunca mais tomar café? Pois, é! As dúvidas nunca acabam quando o assunto é o consumo de cafeína.

Por isso, o Virgula tirou algumas dúvidas com o Dr. Cássio de Barros, cirurgião do aparelho digestivo do Amato Instituto de Medicina Avançada. Vem ver:

Café faz mal para o estômago?

Dr. Cássio de Barros: “popularmente, existe o conceito de que o café causa a inflamação da parede do estomago (gastrite). Inclusive, muitos médicos especialistas ratificam este conceito, porém não existe evidência científica que comprove que realmente o consumo moderado de cafeína seja prejudicial”.

Pessoas que têm “problemas de estômago”, como gastrite, não podem tomar café nunca mais?

Dr. Cássio de Barros: “Mito. Em situações de gastrite ativa, deve ser limitado o consumo do café, durante o tratamento, mas não necessariamente abolido”.

Tomar muito café pode causar gastrite?

Dr. Cássio de Barros:  “Verdade. A parede gástrica (estômago) possui barreiras de proteção contra agentes agressores existentes em nossa alimentação. A cafeína em excesso pode quebrar esta barreira de proteção, além de aumentar a produção gástrica de acido clorídrico, que em excesso irá agredir o estômago”.

O que pode acontecer caso haja excesso de consumo de cafeína?

Dr. Cássio de Barros: “Efeitos colaterais causados pelo  excesso de consumo de cafeína seriam: insônia, irritabilidade, batimentos cardíacos acelerados e distúrbios do aparelho digestivo”.

Café tem benefícios?

Dr. Cássio de Barros: “Existem estudos que confirmam o benefício do uso do  café, principalmente, quando analisamos seu efeito fisiológico de estimular o sistema central , o que é aproveitado para tornar as pessoas mais alertas e com melhor capacidade de concentração.

Existe um consumo máximo recomendado?

Dr. Cássio de Barros:  “Para aproveitarmos o benefício, recomenda-se o consumo da cafeína em dose moderada, que corresponderia à quantidade inferior a 400 mg de cafeína por dia. Ou seja,  4 a 5 xícaras (30 ml) de café expresso, por dia”.

Café de coador ataca menos o estômago?

Dr. Cássio de Barros: “Não existe café melhor ou pior para o estomago. O que deve ser analisado é a quantidade de cafeína ingerida. Por exemplo, dependendo da forma de preparo, o café expresso pode ter uma quantidade mais concentrada de cafeína que o café coado. Se ingerirmos o mesmo volume  do café expresso e o coado, teremos uma ingestão maior de cafeína com o café expresso”.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos