Beth Dubber/Netflix

A cena na qual Hannah Baker tira a própria vida, no final da 1ª temporada de ’13 Reasons Why’, já não está mais disponível na série. Levaram mais de dois anos e quase três temporadas para que a Netflix cortasse a cena explícita.

Por meio de uma nota, a gigante do streaming disse: “ouvimos de muitos jovens que ’13 Reasons Why’ os encorajou a começar uma conversa sobre problemas complexos, como depressão, suicídio e procurar ajuda – frequentemente pela primeira vez. Estamos nos preparando para lançar a 3ª temporada no final do verão (final do inverno no Brasil) e atentos em relação ao debate em torno da produção.”

“Então, por recomendação de médicos e especialistas, incluindo o Dr. Christine Moutier, chefe médico da American Foundation for Suicide Prevention (Fundação Americana para Prevenção do Suicídio, em tradução livre), decidimos, juntamente com o criador Brian Yorkey e os produtores, editar a cena na qual Hannah Baker tira a própria vida, na 1ª temporada”, comprometeram-se na nota.

A cena original, de quase três minutos, inicia-se com um aviso ao público: “este episódio contém representações gráficas de suicídio e violência, que alguns espectadores podem considerar perturbadoras”. Ela exibe a protagonista se olhando no espelho e enchendo a banheira de água. A produção então a mostra pegando uma lâmina e cortando os pulsos, explicitamente. Na sequência, a mãe descobre o corpo da filha, já sem vida.

Na nova versão, o aviso continua, mas a série apenas exibe a personagem se olhando no espelho. Em seguida, já corta para o depoimento de Clay Jensen (Dylan Minnette): “ela morreu sozinha”, e os pais entrando no banheiro.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos