Estreia de The Americans

Reprodução Estreia de The Americans

Hoje estreia a quinta temporada de The Americans, uma série aclamada pela crítica, mesmo não levando prêmios nas principais competições de TV, como o Globo de Ouro e o Emmy (apesar de Margo Martindale já ter levado o prêmio de melhor atriz convidada em série no Emmy).

O sucesso também não é o mesmo de grandes hits, como Game of Thrones, Stranger Things ou House of Cards, mas The Americans é, sem dúvida, a melhor série em exibição na atualidade. Se você não acredita, temos aqui cinco motivos que podem fazer você mudar de ideia:

Dois grandes protagonistas

Assistir The Americans é acompanhar uma série com dois grandes atores no auge. Matthew Rhys e Keri Russell se tornaram um casal na vida real logo após o começo das filmagens e é visível a química entre eles o tempo inteiro. Fazer papéis tão complexos, como o de espiões soviéticos que se passam por americanos e inclusive têm filhos que não sabem da verdadeira identidade dos pais, requer um nível avançado na arte da atuação, talento que a dupla certamente tem.

Um casal quase perfeito

Reprodução Um casal quase perfeito

Elenco incrível

A série não é feita apenas de Matthew Rhys e Keri Russell. Alison Wright, que faz o papel de Martha, uma americana que trabalha para o FBI, enganada, porém apaixonada pelo espião russo, é um dos grandes destaques. Frank Langella, como Gabriel, e Margo Martindale, como Claudia, que fazem a ponte dos soviéticos com o casal infiltrado, também são 10/10. O elenco de apoio inteiro em geral é muito bem escolhido e não faz feio nunca.

Sempre BAD ASS

Reprodução Sempre BAD ASS

Melhores cenas de ação do audiovisual mundial

The Americans não é uma série cheia de ação, como Game of Thrones, Demolidor ou até mesmo Narcos, mas quando ela acontece a gente tem certeza de que está assistindo o que há de melhor no gênero. São cenas de perseguição, disfarces ridículos e porrada pura. Essa versão do clipe “Sabotage” dos Beastie Boys com cenas de The Americans deixa tudo mais claro:

Trilha Sonora

Se você gosta do som dos anos 80, The Americans é feita sob medida para você. Mesmo para quem não é tão fã da sonoridade daquela década, é impossível não admitir que o casamento de música pop com as cenas da série é o melhor no audiovisual mundial, além de nunca cair em referências óbvias. Grandes cenas se passaram ao som de Peter Gabriel, “Games Without Frontiers”, Queen e David Bowie, “Under Pressure”, Yaz, “Don´t Go” e The Police, “Every Breath You Take”.

O que podemos esperar das duas temporadas que restam? Beastie Boys, “Shake Your Rump”? Kate Bush, “Running Up That Hill”? The Clash, “The Magnificent Seven”? Ficam as sugestões.

Ambientação perfeita

Um dos períodos mais interessantes da história recente, a Guerra Fria travada entre os Estados Unidos e a União Soviética, serve como pano de fundo para a trama sobre família, traição e lealdade. O negócio é tão perfeito que nos sentimos vendo algo gravado nos anos 80, período em que se passa a história. Roupas, cabelos, cenários e clima em geral contribuem para que o espectador fique esperando o novo episódio de Alf, o Eteimoso, logo após o término do programa.

Nada é o que parece

Reprodução Nada é o que parece

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos