O cineasta, poeta e produtor italiano Bernardo Bertolucci morreu, nesta segunda-feira (27), aos 77 anos, em Roma.

Bertolucci é considerado um dos maiores cineastas da sua geração e dirigiu os premiados filmes ‘O Último Tango em Paris’, ‘Antes da Revolução’, ‘Os Sonhadores’ e ‘O conformista’, ‘O Céu que nos Protege’ entre outros. Com o longa ‘O Último Imperador’, levou nove prêmios Oscar, entre eles o de Melhor Diretor e Melhor Filme, em 1988.

Nos últimos anos, o diretor se viu no centro de uma polêmica ao confirmar que ele dirigiu Marlon Brando em cena de sexo sem o consentimento de Maria Schneider em ‘O Último Tango em Paris’. Em entrevista de 2013, Bertolucci confirmou que a atriz não sabia do uso da manteiga na cena. “A sequência da manteiga foi uma ideia que tive com Marlon na manhã antes da filmagem. Mas eu me portei de uma forma horrível com Maria, pois não contei a ela o que aconteceria. Me sinto culpado, mas não me arrependo. Não queria que Maria atuasse a humilhação, o ódio, eu queria que ela sentisse a humilhação e o ódio. Então ela me odiou pelo resto da vida”, disse. Na época, a atriz francesa tinha 19 anos e Brando, 48.

Fechar X