George Clooney revelou em entrevista ao Hollywood Reporter que aconselhou Ben Affleck a não aceitar o papel de Batman nos cinemas. E o motivo foi a péssima experiência que o ator teve quando protagonizou o longa do herói da DC em 1997, em “Batman & Robin”.

“Arnold Schwarzenegger recebeu algo em torno de US$25 milhões pelo seu papel, o que é 20 vezes mais do que eu recebi, e nem trabalhamos juntos. No fim das contas acabei levando toda a negatividade. Sendo honesto: eu não fui um bom Batman e não era um bom filme, mas aprendi com o fracasso que foi, tive que repensar como trabalhar porque já não era mais um ator em um papel, mas sim um dos responsáveis pelo filme”, disse na entrevista.

O ator ainda disse ter conversado com Affleck durante as gravações de Argo, em 2012, estrelado por ele e produzido pelo colega sobre o papel de Bruce Wayne no cinema.

“Eu falei com ele, disse para não aceitar. Falei com base na minha experiência, mas ele se saiu muito bem”, completou.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos