Hugh Grant já fez muita gente suspirar ao protagonizar comédias românticas como ‘Um Lugar Chamado Notting Hill’ e ‘Amor à Segunda Vista’. Só que o ator, hoje com 58 anos, já está farto do gênero e acredita não ter mais a aparência para protagonizar filmes do tipo.

Em uma mesa redonda organizada pelo The Hollywood Reporter, o britânico teve uma conversa bastante franca na companhia de Billy Porter (‘Pose’), Sam Rockwell (‘Fosse/Verdon’), Richard Madden (‘Bodyguard’), Diego Luna (‘Narcos: México’) e Stephan James (‘Homecoming’).

Quando perguntado se realmente tinha um “complexo de inferioridade porque era ‘apenas o cara das comédias românticas'”, Hugh deu uma resposta sincerona: “Bom, sim. Mas agora nem tanto porque fiquei velho, feio e gordo demais para gravá-las, então agora estou fazendo outras coisas e me odeio um pouco menos”, brincou.

Apesar de já ter se sentido preso ao gênero, Hugh afirma que não pode reclamar. “Eles me pagavam bem. Tive muita sorte”, relembra. Ele se sente feliz por tantas pessoas gostarem de seus filmes.

O artista estrelou a minissérie “A Very English Scandal”, da BBC One, em 2018. Mas migrar do cinema para a TV não foi fácil e o astro admite: negou oportunidades por puro esnobismo.

Até receber os scripts da série, ele pensava “TV? Eu não atuo na TV”. Mas, felizmente, sua opinião mudou após ler o roteiro. “Eu li e achei brilhante. Então percebi que todo mundo trabalha na TV atualmente”.

Pois é, no final das contas, Grant não é o mocinho que aparentava ser nas comédias românticas. E longe dele passar essa impressão. Quando indagado sobre o que as pessoas ficariam surpresas de descobrir sobre ele, o ator respondeu na lata: “o quão desagradável eu sou”.

“As pessoas assistiam às comédias românticas, onde eu era o cara legal escrito por Richard Curtis [produtor de ‘Um Lugar Chamado Notting Hill’ e diretor de ‘Simplesmente Amor’], que é realmente um cara legal, e achavam ‘o Hugh deve ser assim'”, ele contou. “Mas eu sou o vilão. Mesmo”.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos