Fechar X

Jason Reitman, que dirigiu Kate Winslet no filme Refém da Paixão, não é só colega de trabalho da atriz. Ele é também um fã incondicional da moça. Em entrevista à revista Empire, o diretor de Juno e Obrigado por Fumar disse que se sente privilegiado por poder trabalhar com a artista.

“Kate Winslet é uma das maiores atrizes vivas hoje e sempre será. Se eu tiver um roteiro para o qual ela está a disposta a dizer sim, eu vou esperar um ano, até cinco anos”, afirmou o cineasta.

“Se ela tivesse dito, ‘Foda-se esta merda’, eu teria encontrado outra atriz, mas, para o resto da minha vida, eu vou poder dizer, ‘Eu dirigi Kate Winslet’. É algo enorme”.

Refém da Paixão, com estreia no Brasil marcada para o próximo dia 18 de abril, é a adaptação do romance homônimo, escrito por Joyce Maynard. No longa, Adele (Kate Winslet) é a depressiva mãe solteira de Henry (Dylan Minnette e Tobey Maguire), que oferece carona e um homem amedrontador e ferido, Frank (Josh Brolin).

Fechar X
Sem mais artigos