MERYLKARL

No ano em que comemora sua 20ª indicação ao Oscar, Meryl Streep se envolveu em uma polêmica desagradável. A atriz foi acusada pelo estilista Karl Lagerfeld de ter cobrado cachê para usar um vestido seu na premiação, que vai ser realizada na noite deste domingo (26).

Logo depois da polêmica, Lagerfeld assumiu seu engano, mas Streep ainda demonstrou estar chateada com a situação e enviou um depoimento à imprensa norte-americana. “Em referência à fala do Sr. Lagerfeld, não há qualquer controvérsia: um designer de sucesso, Karl Lagerfeld difamou em uma grande revista não só a mim, mas também ao meu estilista e à marca que produziu o vestido que escolhi utilizar”, escreveu.

A atriz também recamou da revista Woman’s Wear Daily, que publicou a notícia sem ouvir o seu lado da história. “A publicação imprimiu essa difamação sem apuração. A história acabou correndo o mundo, eclipsando a minha aparição no Oscar, quando estarei celebrando o recorde de 20 indicações recebidas. Não vou deixar isso barato e o Sr. Lagerfeld vai se arrepender de sua declaração genérica. Ele mentiu, a mentira foi impressa e ainda estou esperando por um pedido de desculpas”, continuou.

Em sua entrevista à revista, Largerfeld disse que foi dispensado pela atriz mesmo tendo dado início à produção de seu vestido. “Fiz um rascunho e começamos a criar. Depois ela pediu que parássemos a criação por ter encontrado alguém que iria pagar para fazer o vestido dela”, disse Lagerfeld. “Demos a ela um vestido que custa 100 mil euros e depois descobrimos que precisaríamos pagar. Damos vestidos, mas não pagamos. Ela é uma atriz genial, mas mesquinha, não acha?”, disse.

A cerimônia do Oscar será exibida na noite de domingo (26), a partir das 21h,  no canal pago TNT.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos