Desde seu lançamento em 28 de abril de 2017, Dear White People tem incomodado muita gente por conta da divulgação abaixo do esperado por parte da imprensa especializada e da própria Netflix, uma vez que, dada a importância do assunto, muitos passaram batidos inclusive pela data de estreia da série.

Inspirado no filme de mesmo nome lançado em 2014, a produção usa um tom satírico para falar sobre um grupo de alunos negros que se sentem desrespeitados e diminuídos em uma universidade onde a maioria dos estudantes são brancos, algo de praxe em qualquer instituição elitizada.

Samantha White (Logan Browning) é a protagonista

Netflix/Reprodução Samantha White (Logan Browning) é a protagonista

Tudo começa quando, durante uma festa entre os alunos, um grupo de estudantes brancos resolvem fazer um blackface para se “fantasiarem” de negros, o que faz Samantha White (Logan Browning) criar um programa de rádio comunitário para denunciar atitudes racistas e veladas diariamente para toda a instituição.

Nos Estados Unidos, o anúncio da produção fez com que brancos iniciassem uma campanha de boicote ao serviço por streaming, ameaçando cancelar assinaturas e promover protestos contra o que consideraram racismo reverso.

Muita gente viu, especialmente na comparação com 13 Reasons Why, por exemplo, uma deficiência na abordagem do tema e sua divulgação. Veja algumas reações abaixo:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos