Gloria Pires vive Elizabeth em 'O Outro Lado'

TV Globo/Divulgação Gloria Pires vive Elizabeth em ‘O Outro Lado’

O drama envolvendo a personagem Elizabeth (Gloria Pires) é um dos principais trunfos de O Outro Lado do Paraíso até aqui. Só que muitos já notaram que a história, escrita por Walcyr Carrasco, tem muitos pontos em comum com um certo filme francês.

As informações são do blog de Mauricio Stycer no UOL.

O nome do longa é Madame X, adaptação de uma história escrita por Alexandre Bisson em 1908. A montagem foi lançada nos cinemas em 1966, com direção de David Lowell e protagonizado por Lana Turner como Holly Parker e Ricardo Montalban como o amante, que acaba morrendo acidentalmente.

No filme, quem chantageia a protagonista é a sogra, Estelle (Constance Bennett). Mesmo sabendo que a nora é inocente, ela vê uma oportunidade para afastá-la do filho. A solução encontrada por Holly Parker é forjar a própria morte em um passeio de barco, fazendo o marido e o filho acreditarem que ela morreu.

Em O Outro Lado do Paraíso, Elizabeth é uma mulher de origem humilde que se casou com um diplomata, Henrique (Emilio de Mello). Juntos, eles tiveram a filha Adriana (Lara Cariello). O sogro, Natanael (Juca de Oliveira), acredita que ela não está à altura de sua família e monta uma armadilha para ela.

Com a ajuda de Jô (Barbara Paz), Natanael aproxima Elizabeth de Renan (Marcello Novaes), com quem passa a ter um caso. Ele, porém, morre acidentalmente diante dela. O sogro, então, resolve chantageá-la e a convence a forjar a própria morte.

Em nota enviada ao UOL, a Globo diz que “a novela é produzida com base nas criações originais realizadas sob encomenda da TV Globo aos seus contratados. Como em toda obra, eventualmente podem existir referências comuns ao universo dramatúrgico”.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos