Uma turista de 35 anos estava nadando em mar da Polinésia Francesa acompanhada de sua família, inclusive o filho de seis anos, quando foi atacada por tubarão.

Eles estavam em uma turma que mergulhava em alto mar para observar golfinhos no último fim de semana quando o animal se aproximou. Com a ajuda de outras pessoas, a mulher conseguiu se livrar do tubarão e ser socorrida.

“Seu braço estava pendurado e não haviam mãos, além de muitos ferimentos. Foi um momento de muito pânico para todos”, disse uma testemunha ao site Metro.

A mulher está internada e passa bem, apesar de ter perdido as duas mãos e ter graves ferimentos em todos o abdômen, segundo a imprensa local. Em entrevista, ela questionou os organizadores do passeio: “se não era seguro, por que nos levaram lá?”.

Segundo levantamentos internacionais de ataques de tubarão, episódios na Polinésia Francesa são raríssimos e apenas seis foram documentados na região desde 1580. Em todo o mundo, acontecem, em média, 84 ataques de tubarão anualmente e seis pessoas morrem por conta deles. Além disso, as estimativas são que pescadores matam cerca de 100 mil tubarões e arraias todos os anos.

Polinésia francesa

Primeiro cliente da Disney visita parques sem pagar nada há 64 anos:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos