Na hora de escolher um lugar no voo, o assento do meio  é quase sempre preterido. Afinal, enquanto o passageiro da janela é beneficiado com uma vista e o da ponta pode levantar e esticar as pernas a hora que quiser, quem fica entre os dois tem qual benefício? De acordo com esta especialista, a etiqueta reserva, sim, uma vantagem a esses viajantes.

Em entrevista à Cosmopolitan, Rosie Panter, especialista em viagens do site Dealchecker, acredita que percurso até o destino final já é o início da aventura, então a última coisa que você quer fazer é competir educadamente pelo apoio de braço. Especialmente se você não estiver sentado perto de um conhecido”

Por isso, ela defende que o passageiro sentado na poltrona do meio é quem tem direito de usar os dois apoios de braço. “É universalmente reconhecido que o passageiro do assento do meio está em desvantagem, então ele deveria ter o luxo de aproveitar os dois apoios”.

“O passageiro que está sentado no meio tem limitação de espaço e local para apoiar a cabeça. Portanto, deveria ser uma regra no avião que os apoios de braço sejam usados por ele”, reforça.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos