Estrangeiros que cometerem crimes contra mulheres e crianças serão deportados da Austrália, de acordo com uma nova lei. A imigração local tem agora autorização de cancelar os vistos de homens envolvidos em queixas de violência doméstica. Antes da lei, a permissão de estadia era revogada em casos de prisão de mais de 12 meses ou reprovação em um teste de personalidade.

Segundo o site Daily Mail, as pessoas que pedirem autorização para entrarem no país e também tiverem este tipo de condenação terão os vistos automaticamente negados.

A mudança na legislação veio depois de um tribunal revogar a decisão do Departamento de Imigração em negar o visto a um norueguês que ficou preso em seu país de origem por 30 dias após denúncia de violência doméstica. Com a nova regra, a decisão final é do conselho de imigração.

Fechar X
Sem mais artigos