Ela quer discutir a disparidade entre vida real e redes sociais

Instagram Ela quer discutir a disparidade entre vida real e redes sociais

A foto perfeita de uma pessoa tomando café, que quando ela realmente experimenta a bebida, o café já esfriou. A pessoa que vai para Islândia e não consegue ver a Aurora Boreal e simplesmente pega uma foto do Google para compartilhar no Instagram. E aquela imagem “sem make” e “de cara limpa” que na verdade envolveu muita maquiagem. A blogueira Carolyn Stritch fez um pequeno experimento para lembrar o mundo sobre as falcatruas das redes sociais: ela começou a postar fotos completamente falsas em sua conta do Instagram, entre as imagens, uma que mostra Carolyn na Disney

Para começar, Carolyn compartilhou uma imagem na cama tomando café com uma legenda sobre a vida aos 22 anos e a futura viagem para Disney. A imagem teve mais 15 mil curtidas. O problema é que não era o rosto de Carolyn na foto, ela tem 32 anos e não estava indo para Disney. Nem mesmo a mãe da blogger notou que havia algo errado com a foto.

Mas Carolyn foi além e editou uma imagem do castelo da Disney, parar simular que ela estava no local. Na imagem, ela é a única turista. Mesmo assim, a foto recebeu 18 mil curtidas no Instagram. “Eu manipulei imagens, acrescentei uma narrativa e apresentei como realidade”, escreveu Carolyn em seu blog. “Instagram é cheio de pessoas magras, prósperas, extrovertidas e populares. A verdade é que eu tiro essas fotos, pois são o tipo de imagem que eu gosto de ver. Ninguém quer me ver de pijamas, com meu cabelo bagunçado, sentada no sofá com meu laptop que é como eu passo a maioria dos meus dias”, acrescentou.

A blogueira espera que após criar fotos falsas e abrir o jogo, consiga criar conteúdo mais fiel à realidade, que seja agradável de ver, mas honesto. “Nós precisamos discutir a disparidade entre vida e real e mídias sociais”, concluiu.

Fechar X