A cidade japonesa de Kamakura, que fica próxima de Yokohama, é famosa por suas praias e lar de alguns dos templos mais conhecidos do país oriental. Por isso, recebe entre 50 e 60 mil visitantes por dia.

Mas, um comportamento particular dos turistas incomoda tanto os japoneses que a cidade tem uma nova regra: não autoriza que as pessoas caminhem enquanto comem.

Segundo a CNN, há dois motivos para isso. Primeiro, porque na pressa de se alimentar entre um ponto turístico e outro, as pessoas acabam jogando restos de comida e embalagens no chão. A bagunça depois precisa ser limpa pelos comerciantes locais.

A segunda razão é porque os japoneses culturalmente consideram muito importante apreciar as refeições. E, enquanto caminha, é impossível saborear propriamente o prato.

O problema do consumo de comida nas ruas não é exclusivo do Japão. A cidade de Florença, na Itália, restringiu consumo de alimentos em ruas históricas da cidade e aplica multas para quem desrespeita. Além do lixo, a aglomeração de turistas durante as pausas para almoço torna difícil que as pessoas caminhem por vielas apertadas do local.

Bangkok, na Tailândia, um dos destinos com gastronomia local mais famosas do mundo, também busca soluções para as aglomerações e o lixo que o consumo fora dos restaurantes deixa nas ruas.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos