Apesar de esperar que as pessoas entendam que monumentos de guerra e espaços que carregam um passado histórico pesado devam ser respeitados durante o turismo, não é incomum ver visitantes se comportando inapropriadamente nestes lugares.

Nesta semana, o Auschwitz-Birkenau Memorial, museu que cuida das visitas ao campo de concentração da Segunda Guerra Mundial que fica no sul do Polônia, foi ao Twitter pedir que as pessoas parem de tirar fotos andando nos trilhos do trem do local.

“Quando você vier a Auschwitz, lembre-se que está em um lugar onde mais de um milhão de pessoas foram mortas. Respeite a memória delas. Existem lugares melhores para se equilibrar em trilhos do que onde estes caminhos significam o envio de centenas de milhares de pessoas para suas sentenças de morte”, diz comunidade publicado na página do Twitter do museu.

Em uma busca rápida no Instagram, é possível achar diversas fotos de pessoas sentadas ou caminhando nos trilhos do campo de concentração.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos