O casal Kristina e Neil Maccabee passou por uma experiência traumática durante a volta para casa após o Natal. Os dois encontraram seu buldogue, Bruno, morto depois que a companhia aérea teria deixado o animal por 40 minutos no asfalto debaixo de altas temperaturas.

Segundo o site Daily Mail, o cachorro foi deixado pelo casal em boas condições no local apropriado. Mas, quando os australianos desembarcaram em Sidney, encontraram apenas uma funcionária em vez de Bruno. “Fomos os terminal buscá-lo e a funcionária não conseguia nos olhar nos olhos. O reservatório de água estava vazio e sabemos que ele sofreu”, disseram.

Uma autópsia concluiu que Bruno morreu por dificuldades respiratórias e AVC. O site informou ainda que a companhia aérea Virgin vai iniciar uma investigação sobre o caso.

 

Fechar X
Sem mais artigos