Trinta tubarões-martelo morreram nos últimos 8 anos no aquário Nausicaa, o maior da Europa. O espaço, que fica em Calais, no norte da França, enfrenta um processo por causa dos maus tratos aos animais.

Os tubarões foram todos capturados na Grande Barreira de Coral, na Austrália, e exportados para a França. Segundo a Sea Sheperd, ONG pela conservação marinha, o estresse do transporte, o ambiente hostil e a falta de cuidados fazem com que os animais não se adaptem. Neste local, eles registraram casos em que uns comeram aos outros por conta disso.

A organização pede agora a proibição da importação de tubarões. Segundo o site Daily Mail, os tubarões-martelo estão em uma classificação que permite a comercialização da espécie.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos