Veneza tem novas regras e pretende segui-las com rigor. Tanto que dois viajantes alemães chegaram a ser expulsos da cidade italiana após desobedecerem as normas, conhecidas como ‘Daspos’, parte da campanha #EnjoyRespectVenezia (Curta respeitar Veneza, em tradução livre).

Segundo o site Lonely Planet, os mochileiros foram penalizados por se sentarem nos degraus da Ponte de Rialto. Lá, eles tentaram usar um forno portátil para fazer café e foram denunciados para a polícia por um transeunte.

De acordo com as novas regras, é proibido sentar ou deitar em frente a lojas, monumentos históricos e pontes, andar sem camiseta ou em trajes de banho, nadar nos históricos canais e beber álcool só é permitido das 20h às 8h. A campanha #EnjoyRespectVenezia ainda instrui os visitantes a não jogarem lixo no chão ou pararem por muito tempo nas pontes, além de proibir picnics em lugares públicos e passeios de bicicleta pela cidade.

Os viajantes alemães foram punidos com uma multa de €950 (aproximadamente R$ 4 mil) e convidados a se retirarem de Veneza. Ao site, autoridades confirmaram que esta foi a 40ª vez que turistas são expulsos da cidade por quebrarem as regras. Reincidentes podem ser banidos da área.

“Veneza precisa ser respeitada”, declarou o prefeito Luigi Brugnaro. “E pessoas mal educadas que pensam que podem vir aqui e fazer o que quiserem precisam entender isso. Graças à polícia, elas serão pegas, punidas e expulsas. De agora em diante, também repassaremos a identidades desses turistas às suas embaixadas e consulados”, afirmou.

As medidas rigorosas são uma resposta ao turismo em massa, que pode causar problemas para a cidade histórica. Autoridades locais, por exemplo, têm tido dificuldade em proteger monumentos e preservar ambientes mais frágeis.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos