Alceu Valença por Celso Hartkopf

Uma HQ sobre Alceu Valença foi lançada recentemente pela Revista Continente. No formato de entrevista, o músico conta “causos” de seu início de carreira em meados da década de 1970.

São 14 páginas que mais do que reproduzem um relato, resgatam e reinventam uma iconografia para o universo musical do cantor, principalmente na sua fase “udigrudi”.

O material foi desenvolvido por Celso Hartkopf (desenhos) e André Valença (roteiro), a partir de uma entrevista feita com o próprio Alceu, especialmente para o projeto.

“Esse projeto nasceu da ideia que eu e André tínhamos de criar um material em colaboração, ele escrevendo e eu desenhando. Não sabíamos sobre o que seria, apenas que seria um quadrinho”, afirma Celso.

A conversa com o entrevistador marca a forma cronologicamente inconsistente com a qual o cantor vasculha suas memórias, abrindo espaço para uma narrativa livre e ilustrações fantasiosas.

“Depois de pensar algumas propostas sem muito sucesso, surgiu a ideia de fazermos algo sobre Alceu. Conversamos com a Revista Continente e com o próprio Alceu, todos toparam e nos deram carta branca para trabalhar. O resultado foi essa viagem pelos causos biográficos e pelo imaginário de Alceu Valença”, completa.

Além de ser publicada na edição de julho da Continente, foi disponibilizada uma versão na íntegra da HQ na web, distribuída gratuitamente.

Sem mais artigos