O acampamento Beam Camp resolveu começar dois projetos ousados neste verão norte-americano: construir uma estação espacial intergaláctica abandonada e uma escultura cinética que se parece com uma nave-mãe.

Reprodução/Beam Camp/David Golann

Existe um grande novidade em meio a floresta de New Hampshire, nos Estados Unidos. O acampamento Beam Camp resolveu começar dois projetos ousados neste verão norte-americano: construir uma estação espacial intergaláctica abandonada e uma escultura cinética que se parece com uma nave-mãe.

Para isso, mais de 90 crianças e jovens, de 10 a 18 anos, trabalharam com a artista Shing Yin Khor para criar a Estação de Salvamento No. 8 em apenas 1 semana. Foram 100 horas de trabalho.

Eles usaram habilidades que aprenderam no acampamento, como carpintaria cênica e pintura, eletrônica, fundição de gesso e muito mais. A Estação de Salvamento No. 8 é uma instalação experimental imersiva, que cria uma narrativa de ficção científica de uma estação espacial de resgate, que está abandonada na floresta.

O acampamento Beam Camp resolveu começar dois projetos ousados neste verão norte-americano: construir uma estação espacial intergaláctica abandonada e uma escultura cinética que se parece com uma nave-mãe.

Reprodução/Beam Camp/David Golann

 

O grupo criou detalhes incríveis, como equipamento espacial e um quadro de avisos antigo para troca de bilhetes entre viajantes espaciais. As crianças também incorporaram narrativas e um teatro para apresentar a peça do outro mundo ao mundo exterior.

Beam Camp é um programa do Beam Center, uma organização sem fins lucrativos de Nova York dedicada ao desenvolvimento e aprendizagem de jovens, através da criação, colaboração e desenvolvimento profissional de educadores.

Todo verão desde 2005, projetos incríveis invadem a floresta.

Sem mais artigos