Um aumento de salário sempre é bem-vindo, claro. Mas não espere que ele vá cair do céu. Muitas vezes (na maioria delas, aliás), por mais que seja merecido, ele não virá se você não pedir. Até porque, mesmo que seu chefe saiba que você ganha pouco, ele só vai ter certeza que isso é um problema se você deixar bem claro.

Mas pedir um aumento é quase uma arte. É preciso, antes de mais nada, saber escolher o momento e, principalmente, a abordagem. Um discurso agressivo ou chantagista e fora de hora podem não só resultar em um enorme não quanto em uma bela queimação de filme.

Uma boa dica é ficar atento à situação da empresa. Se ela atravessa um período financeiro difícil, segure a onda. Outro fator muito importante, porém, é avaliar o seu momento. Se você recebeu críticas recentemente ou está com dificuldades em cumprir alguma tarefa ou meta, melhor não abusar.

Agora, supondo que a empresa vá bem e que você esteja vivendo uma fase bastante produtiva e elogiada, aproveite. Diga ao seu chefe que gostaria de ter uma conversa e, mesmo que tenha uma relação próxima, não deixe que se transforme em um bate papo informal. É uma reunião de trabalho.

Mas se prepare antes: não chegue sem uma proposta e nem sem saber como começar a conversa. Afinal, você precisa deixar claro o que quer e até onde aceita negociar. Porque sim, é bem possível que uma contraproposta seja apresentada (embora um pedido de tempo para avaliação também seja bastante provável).

Durante a conversa, exponha suas qualidades, sabendo dosar firmeza e humildade, e diga que você acredita que seu trabalho vale mais do que o valor de sua remuneração atual. Mas cuidado: nunca blefe ou faça chantagens do tipo “eu sei que outras empresas pagam mais do que aqui”…afinal você corre o risco de ouvir de volta um “então vá trabalhar em uma delas”.

Se no final da conversa a resposta for positiva, agradeça e trate de fazer jus ao reconhecimento, mantendo o bom trabalho. Se levar um não, é hora de avaliar duas opções: espere um momento mais propício para retomar o assunto ou simplesmente considere a ideia de procurar outro emprego.

Sem mais artigos