Divulgação A cannabis está mais presente do que você imagina

A maconha está presente na história da humanidade desde, pelo menos, o terceiro milênio a.C.. Ao contrário do que muitos imaginam, a planta foi consumida por muitos anos entre povos de todo o mundo como produto legalizado, e só foi criminalizada a partir do século 20, em 1912, na Convenção Internacional de Ópio.

Essa proibição foi motivada por uma forte pressão que se iniciou seis anos antes pelos Estados Unidos, que acabou contagiando os outros países e demonizando qualquer produto que fosse derivado da cannabis.

Desde então, falar em maconha virou motivo de repreensão na sociedade moderna, e consumi-la pode dar até cadeia. Isso até 2013, quando movimentos pela legalização alcançaram sua primeira grande conquista, com o Uruguai sendo o primeiro país e liberar o cultivo, consumo e venda da planta.

Mas a maconha está muito mais presente na nossa sociedade do que você imagina.

Diversos produtos são feitos a partir do hemp, ou cânhamo em português, uma semente derivada da cannabis com um nível de THC menor. É o THC o responsável por dar AQUELA BRISA na galera que fez com que o fumo se tornasse tão popular para consumo recreativo.

Nós separamos 20 desses produtos só pra você ter uma ideia de como a erva pode entrar na sua vida sem você nem perceber:

20 produtos feitos com derivados da cannabis

Com sementes secas de cânhamo | Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
Com sementes torradas de cânhamo | Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
O nome da marca é The Cannabis Club! | Créditos: Divulgação
Com sementes de cânhamo | Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
| Créditos: Divulgação
Deve ser saboroso | Créditos: Divulgação

 

20 provas de que a maconha faz mais parte da sociedade do que você imagina

Sem mais artigos
Sair da versão mobile