Um estudo feito pela Dove no reino Unido e publicado no
jornal Daily Mail desta quarta-feira (10), diz que 40% das mulheres editam suas
fotografias antes de publicá-las online.

Segundo os pesquisadores, essa necessidade de estar sempre
bem na foto acontece porque nos dias de hoje as imagens são compartilhadas em redes
sociais como Facebook, Twitter e Instagram e acabam se espalhando.

Segundo o estudo, cerca de oito em cada dez mulheres (77%) disseram
que ter sua foto tirada e enviada para uma rede social as torna mais preocupadas
com sua aparência do que se estivessem falando em público, indo a um primeiro
encontro ou a uma entrevista de emprego.

Quase metade (46%) das mulheres disse ter retirado marcações,
excluído ou removido uma foto de si mesma, enquanto 41% confessou editar suas
fotos para melhorar a aparência antes de publicá-la online.

Quando confrontado com uma foto de si, 75% das mulheres
disseram se considerar pouco atraente, feia ou muito gorda.

Um porta-voz da empresa que realizou a pesquisa, com 500
mulheres, diz que a preocupação em excesso com a aparência está impedindo que
as mulheres aproveitem os bons momentos da vida:

“Nós sabemos que as mulheres são muito autocríticas
quando se trata de sua aparência e que isso pode ter um impacto sobre a autoestima,
confiança e felicidade. Este estudo mostra que as mulheres são seus próprios e piores
críticos de beleza e sua ansiedade em frente à câmera está fazendo com que
perca a captura de momentos importantes em suas vidas. Queremos inspirar as
mulheres a reconsiderar a sua beleza e reconhecer que eles são mais bonitas do
que eles pensam.

40% das mulheres usam Photoshop em suas fotos antes de publicá-las nas redes sociais

Sem mais artigos