Olhar para os pulsos de alguém e ver marcas de ferimentos auto-infligidos é dolorido e perturbador, mesmo para quem está “de fora” e desconhece as razões por trás daquelas marcas. Imagine, então, o sentimento de quem carrega as cicatrizes e tenta, a muito custo, esquecer os sinais que um dia alertaram para a necessidade de ajuda. Depois de acompanhar a luta de uma amiga contra as próprias feridas nos braços, a tatuadora Whitney Develle resolveu dar um jeitinho e transformar as cicatrizes em algo mais belo: tatuagens, é claro!

tattoodobem

“As marcas ficaram no passado, se tornaram irrelevantes, mesmo”, explicou Whitney Develle, depois de tatuar o pulso da amiga com uma rosa em preto e branco. As cicatrizes são praticamente invisíveis sob o preenchimento do desenho, simbolizando a perseverança e superação de um jeito bem bonito e inspirador. Depois da experiência, a tatuadora resolveu abrir dois dias da semana em sua agenda para fazer o mesmo trabalho com outras pessoas que precisam de ajuda e “cobertura”.

A resposta foi tão positiva que, há uma semana, Whitney precisou avisar que só restam 50 horários disponíveis para o mutirão de tatuagens do bem, já que a agenda está praticamente fechada até 2017. Muita gente se interessou na possibilidade de esconder as marcas e, assim, seguir em frente com mais leveza e menos culpa.

Veja alguns exemplos desse tipo de tattoo aqui:

Significados de tatuagens na cadeia no Brasil e no mundo

De acordo com o levantamento da SSP-BA, a tatuagem em prisioneiros está relacionada a praticantes de crime de intolerância
De acordo com a Cartilha de Orientação Policial, o símbolo foi encontrado por vários prisioneiros ligados à organização White Poser,  um dos grupos extremistas que pregam a supremacia branca e tem como alvo judeus, negros, homossexuais e nordestinos
Quando o palhaço aparece acompanhado de arma, indica que o presidiário é ainda mais perigoso
O símbolo está ligado a uma corrente de orientação neonazista que tem entre seus líderes Guilherme Lozano Oliveira, o “treze”, que matou o punk Johni Galanciak em São Paulo, de acordo com a Cartilha de Orientação Policial
Segundo a SSP-BA, os dois números tatuados estão ligados a uma das facções neonazistas mais agressivas. O número oito é uma referência à letra “H”, e a tatuagem faz referência ao termo: Heil Hitler
De acordo com o levantamento da SSP-BA, a tatuagem em prisioneiros está relacionada a praticantes de crime de intolerância
Quando a tatuagem é feita no braço, indica que o preso faz negociações para sair da cadeia e, portanto, não é uma pessoa confiável. Prisioneiros que já denunciaram outros criminosos podem ser obrigados a fazer o desenho, segundo a SSP-BA
Segundo o estudo feito pela SSP-BA, indica que o criminoso usa revólver para cometer crimes. Quando é tatuada na barriga, indica roubo. Na perna, significa latrocínio
A referência pode vir explícita ou não, os mais comuns são art. 33, art. 121, art. 171 e o art. 157
Segundo a SSP-BA, a maioria dos criminosos portadores dessa tatuagem tem passagem por tráfico de drogas e formação de quadrilha. Ela pode ser feita com a cabeça para cima, que indica uma posição de chefia, como também com cabeça de dragão, que indica privilégios dentro da quadrilha. A SSP-BA relacionou o tipo de tatuagem ao PCC, quando vista no corpo de prisioneiros
De acordo com a SSP-BA, um criminoso com a tatuagem que combina caveira e punhal é um membro respeitado no mundo do crime, geralmente ligado a homicídio e assassinato de policiais
Segundo a Cartilha de Orientação Policial feita pela Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia, portadores dessa tatuagem na cadeia possuem perfil violento e costumam ter várias passagens por prática de roubo e homicídio. Também pode indicar associação à facção criminosa A.D.A. – Amigo dos Amigos. Quando o personagem aparece armado, é comum que o preso seja matador de policial
Geralmente indica prática de roubo e possível envolvimento com morte de policiais. Prisioneiros com tatuagem de coringa costumam ser perigosos e frios, já que o personagem representa o sarcasmo, segundo a SSP-BA
Na maioria dos casos observados, a tatuagem indica que a pessoa já esteve presa e foi condenada. Pode simbolizar a fé de um criminoso, até indicar alta periculosidade se estiver tatuada no meio das costas. As informações são da cartilha elaborada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia
Quando a cruz tem uma caveira no centro, indica lealdade com os parceiros
De acordo com o levantamento da SSP-BA, a tatuagem em prisioneiros está relacionada a praticantes de crime de intolerância
Comum entre os presos que cometeram homicídio, que sentem o prazer em matar e não se arrependem dos crimes cometidos, segundo a SSP-BA
Na cadeia, pode significar usuário ou traficante de drogas, segundo a pesquisa da SSP-BA. Em investigações, ficou comprovado que prisioneiros com o desenho tatuado no corpo eram responsáveis pelo empacotamento e testes de qualidade de drogas
O animal tatuado no corpo está normalmente presente em prisioneiros ligados ao PCC, segundo a Cartilha de Orientação Policial
Comum entre matadores de policiais e praticantes de roubo, de acordo com a SSP-BA. A índia representa a deusa da beleza que usa a sedução para atrair vítimas. No Rio de Janeiro, é bastante usada por traficantes
A imagem foi primeiramente usada por criminosos russos, para indicar que desde cedo tinham uma vida ligada ao crime e que foram condenados, assim como Jesus, de acordo com dados da Cartilha de Orientação Policial. No Brasil, a imagem de Jesus como tatuagem em prisioneiros está relacionada a homicídio e latrocínio
Segundo a SSP-BA, o desenho também está relacionado ao uso e tráfico de drogas. Na cadeia, o mago pode estar relacionado ainda a assaltos coletivos e à fabricação de explosivos
Muito comum entre criminosos ligados a grupos de extermínio, segundo a Cartilha de Orientação Policial. Geralmente, são prisioneiros que fizeram “justiça com as próprias mãos”. Uma das variações já foi ligada a membros do Primeiro Comando da Capital (PCC)
O desenho da morte com fuzil foi apontado pela SSP-BA como símbolo de membros do PCC
Segundo Cartilha de Orientação Policial, o significado depende da localização. Quando tatuada em tamanho pequeno no peito, significa proteção. Se a imagem estiver em tamanho maior no meio das costas, indica que o preso foi violentado sexualmente ou praticou estupro. Nos braços, pernas e barriga geralmente representa crime de latrocínio
Segundo a Cartilha de Orientação Policial, a maioria dos prisioneiros portadores dessa tatuagem tem ligação com a prática de roubo, formação de quadrilha e envolvimento com morte de policiais. As variações apresentam sorriso sarcástico, armas e podem aparecer acompanhadas de caveira
A cartilha elaborada pela SSP-BA indicou que o desenho é usado para punir estupradores. Ter esse tipo de tatuagem na cadeia faz com que o preso seja servo sexual de outros prisioneiros
Segundo a pesquisa da SSP-BA, também é possível encontrar referências aos crimes cometidos em pontos tatuados nas mãos e no rosto. Por exemplo: cinco pontos na mão indica que o prisioneiro cometeu homicídio. Um ponto na mão representa que o prisioneiro é batedor de carteira. Dois pontos na mão significam que o criminoso é um estuprador. Três pontos na mão são usados por traficantes e viciados em drogas. Cinco pontos na mão indicam ligação com os crimes de roubo e homicídio. Duas linhas cruzadas com nove pontos estão relacionados a homicídio. Quatro pontos formando um quadrado são feitos por traficantes de drogas
S.H.A.R.P. e RASH: A tatuagem, de acordo com a apuração da SSP-BA, está ligada a pessoas anarquistas
É um símbolo criado para identificar traficantes e usuários de drogas. A imagem é normalmente tatuada no braço ou na barriga. O criminoso com esse desenho no corpo é responsável pela preparação e distribuição da droga, segundo a SSP-BA
É uma tatuagem que, na cadeia, presos que cometeram crime sexual são obrigados a fazer, de acordo com a SSP-BA
Segundo a Secretaria de Administração de Penitenciária de São Paulo (SAP), a imagem tatuada na perna direita indica que o prisioneiro foi condenado por crimes como estupro e abuso
De acordo com o levantamento da SSP-BA, a tatuagem em prisioneiros está relacionada a praticantes de crime de intolerância
Indica que o criminoso é leal e sabe guardar segredos, de acordo com a SSP-BA. Também pode significar o número de pessoas que o presidiário matou, se a tatuagem estiver acompanhada de datas ou números
A tatuagem foi encontrada em vários membros do PCC que estavam na cadeia, segundo a SSP-BA
Tatuagens russas são as mais respeitadas por apresentar os símbolos mais temido em qualquer prisão do mundo.
Qualquer prisioneiro com estas marcas no seu corpo é tratado com muito respeito por outros detentos.
Existem gangues que usam estas tatuagens para simbolizar a lealdade ou puramente por superstição. Essas tatuagens são altamente codificados e muitas vezes eles contam uma história na vida criminal.
A arma é o que leva à condenação de uma alta porcentagem de prisioneiros, uma vez que é a sua ferramenta preferencial de escolha para cometer o crime.
Há uma grande fascínio por armas e por isso é comum encontrar condenados com tatuagens de armas.
Cada tipo de arma pode ter ainda seu próprio significado simbólico.
 A maioria das prisões são controladas por gangues, especialmente nas Américas.
Condenados tem que mostrar filiação aos
Há quadrilhas que se associam a números, cores e símbolos.
Uma teia de aranha é usada para representar uma longa estada na prisão, em analogia com o tempo que a aranha gasta para fazer a armadilha para suas presas. Geralmente, ficam ao redor do cotovelo e pescoço. Se você deseja ter essa tatuagem, deve ter em mente que ela vai parecer uma autêntica tatuagem de prisão se você não usar várias cores, já que geralmente elas não estão disponíveis na prisão.
É umas das tatuagens de prisão mais amplamente reconhecidas e pode ser encontrada nas prisões em todo o mundo. No entanto, seu significado variam de uma para outra prisão ou de uma área geográfica para outra.
Em alguns lugares, ela pode ser usado para significar uma pessoa condenada por assassinato, enquanto em outros lugares é um símbolo de uma pena de prisão. Em alguns casos, um preso pode usá-la para simbolizar um dos seus amigos que foi assassinado e eles estão em busca de vingança.
A tattoo de três pontos representam
A coroa de cinco pontos é um símbolo do Latin Kings Gang. Este grupo é um dos maiores de origem hispânica nos EUA, mas sua influência e filiação são espalhadas por diferentes partes do mundo, especialmente nas prisões da América do Sul. Com esta imagem tatuada, você mostra que é um membro da gangue ou pelo menos você promete fidelidade a eles e o que eles representam.
Cartas de baralho podem significar coisas diferentes, mas são muitas vezes associada com a vida na prisão. Indica que o prisioneiro geralmente gosta de jogar ou que sua vida é um jogo e por isso não está preocupado com esta condenação. São muito populares nas prisões russas onde cada carta do baralho tem um significado específico.
 O relógio representa o tempo e a falta de ponteiros indica que você está cumprindo uma sentença longa.
Significa “Evil, Wicked, Mean and Nasty” (mau, pervertido, ruim e desagradável)

Agulhas do bem: veja tatuagens que cobrem cicatrizes nos pulsos

Sem mais artigos