Holocausto matou 6 milhões de judeus

Brasileiros que não acreditam no holocausto e acham que o nazismo é uma ideologia de esquerda estão passando vergonha na internet.

O vídeo publicado no Facebook pela Embaixada da Alemanha em Brasília e pelo Consulado Geral no Recife explicou que o nazismo é uma ideologia de direita.

“Devemos nos opor aos extremistas de direita, não devemos ignorar, temos que mostrar nossa cara contra neonazistas e antissemitas”, afirma Heiko Mass, ministro das Relações Exteriores.

No vídeo, explica-se que as crianças são ensinadas confrontar o nazismo na Alemanha, que é crime negar o holocausto, exibir símbolos nazistas e fazer a saudação “Heil Hitler”. No Brasil, negar o holocausto também é crime de racismo, lei 7716/89.

Mesmo assim, houve quem insistisse: “holofraude está com os dias contados”, provocou um brasileiro sem noção. “O holocausto é um fato histórico, com provas e testemunhas que podem ser encontradas em muitos lugares da Europa”, rebateu outro. Seis milhões de judeus foram assassinados, três milhões de homens, dois milhões de mulheres e um milhão de crianças.

“Extremistas de direita? O partido de Hitler não se chamava Partido dos Trabalhadores Socialistas? Onde tem extrema direita?”, perguntou um internauta, em relação ao Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei).

“O partido de Hitler misturava uma cultura paramilitar racista, populista, antissemita e anti-marxista, algo como “contra tudo o que está aí” e ” ou pelos verdadeiros alemães ‘de bem'”, esclareceu o jornal espanhol El País.

Muitos brasileiros pediram desculpa pela vergonha alheia de seus conterrâneos. “Se o Consulado alemão explicando que o nazismo é de extrema direita não te convencer, não sei o que mais poderá.”

Sem mais artigos