Sayana Press é o anticoncepcional injetável que custa menos de US$ 1 (Crédito: Divulgação/Reprodução)

Sayana Press é o anticoncepcional injetável que custa menos de US$ 1 (Crédito: Divulgação/Reprodução)

A gente já tá cansado de saber da importância dos métodos contraceptivos e do planejamento familiar, tanto que parece até um tanto quanto bizarro quando ouvimos falar de pessoas que não têm acesso a essas coisas. Mas sim, em diversas partes do mundo, mulheres vivem no meio de tanto pobreza e não têm instrução suficiente que permite que elas tenham acesso a um planejamento familiar. Para tentar reverter essa situação a Gates Foundation e a empresa farmacêutica Pfizer desenvolveram em um anticoncepcional injetável que custa apenas US$ 1. 

Batizada como Sayana Press, a injeção tem fácil aplicação, podendo ser aplicada no braço sem a ajuda de nenhum profissional da saúde. A dose única, que tem duração de três meses, evita que as mulheres sejam contaminadas por qualquer doença devido ao compartilhamento de agulhas. A mesma técnica já foi usada na Indonésia para vacinar moradores pobres contra a hepatite B.

O método estará disponível nos 69 países mais pobres do mundo, onde agentes de saúde serão treinados para ensinar às mulheres qual é a maneira correta de aplicar a injeção. Justine Greening, secretária de Desenvolvimento Internacional do Reino Unido (que é um dos países que são parceiros na distribuição da Sayana Press) afirma que o acesso a métodos seguros de contracepção são um direito básico: “Sem a habilidade de escolherem por si mesmas quando ter filhos e quantos ter, as mulheres perdem a chance de participar ativamente em suas economias e sociedade”.

Sayana Press (Crédito: Divulgação/Reprodução)

Sayana Press (Crédito: Divulgação/Reprodução)

 

Sem mais artigos