'Gajraj' era usado como atração turística e religiosa

Reprodução ‘Gajraj’ era usado como atração turística e religiosa

Esse elefante, que pertencia à família real de Aundh, em Satara, no estado indiano de Maharashtra, passou 51 anos acorrentado desempenhando um papel de ícone de adoração e atração turística.

Na semana passada, a triste vida do animal de 70 anos chamado de ‘Gajraj’ (rei dos elefantes) mudou! A ONG Wildlife SOS conseguiu resgatá-lo e encaminhá-lo para um santuário onde ele vai passar o resto de sua vida livre.

A sorte do grandalhão mudou!

Reprodução A sorte do grandalhão mudou!

Pela primeira vez nas últimas décadas, o grandalhão caminhou sem correntes nos pés, e foi levado em uma ambulância de elefantes (na Índia só há uma desse tipo) e viajou cerca de 1.500 km até a instituição Elephant Conservation & Care Center em Mathura, localizada no estado de Uttar Pradesh.

Livre!

Reprodução Livre!

Agora, uma equipe de veterinários está cuidando das feridas e abcessos espalhados pelo corpo de ‘Gajraj’ e o tratando com uma dieta especial para que ele recupere a saúde.

 

Sem mais artigos