pretty

Crédito: Reprodução/ Instagram

A artista argentina Amalia Ulman, que vive em Los Angeles, nos Estados Unidos, resolveu fazer um experimento um tanto inusitado: usou sua conta do Instagram para criar uma vida “falsa” e se transformar em uma “it girl”.

Em pouco tempo, Amalia percebeu que foi virando uma celebridade da rede social e ganhou milhares de fãs apenas por mostrar um estilo de vida luxuosa, em camas de hotel, vestidos de alta costura, jóias, comida gourmet, viagens.

Tudo o que foi postado era irreal e não passava de uma obra de arte intitulada “Excelências e perfeições”. De acordo com o jornal The Telegraph, o trabalho é “uma das mais originais e excelentes obras de arte em circulação da era digital”.

O objetivo de Ulman com as fotos era provar que a “feminilidade é uma construção, e não algo biológico inerente a qualquer mulher”. A artista disse que descobriu que assumir um personagem visto como fútil e superficial podia até ser ruim para sua carreira, mas curiosamente era ótimo para o número de seguidores e para construir uma relação perigosa com o exibicionismo e com o ego.

“Tudo estava no roteiro. Passei um mês pesquisando a coisa toda. Houve um começo, um clímax e um fim. Eu pintei meu cabelo. Eu mudei meu guarda-roupa. Eu estava atuando: não era eu”, afirmou Amalia ao The Telegraph.

O projeto da artista começou em abril de 2014 e terminou a obra em setembro de 2014. A artista vai expor algumas das 175 fotos de “Excelências e perfeições” na Galeria Whitechapel, no leste de Londres.

Sem mais artigos