Em Nova York, duas artistas de decendência paquistanesa decidiram iniciar um projeto que promove a tolerância e estimula a boa auto-estima de mulheres que usam o hijab por opção. Para isso, elas pedem para que as mulheres tirem selfies usando a peça e postem na Internet com a hashtag #DamnILookGood.

Qinza Najm e Saks Afridi iniciaram o projeto há alguns meses no Dumbo Art Festival, onde elas usavam niqabs doados por muçulmanas e discutiam sobre suas peças preferidas. Posteriormente elas passaram para a parte em que Najm usava um desses niqabs, em que estava escrito #DamnILookGood, por uma semana e saiu pela cidade.

Ela conta que no segundo dia, ela foi abordada duas vezes por homens que gritaram algo como “Vá para casa, sua muçulmana de merda”. Após sofrer na pele o preconceito contra o islamismo, as garotas decidiram fazer alguma coisa a respeito.

Apesar de receberem críticas e ouvirem que a peça era opressiva, elas afirmam que boa parte das respostas à ação foram positivas. “A maioria das pessoas que interagiram conosco, disseram que mudaram completamente sua percepção a respeito do véu”, afirmaram em entrevista ao Buzzfeed News.

A ideia dos selfies, de acordo com as garotas, veio porque elas são produtos de um momento em que a mulher está se sentindo bela e confiante, o que ressaltaria o objetivo da campanha. O mais legal é que as mulheres muçulmanas já estão abraçando a ideia e usando a hashtag em suas fotos.

Sem mais artigos